Categoria:
Categoria:

Máquina do Tempo #168: O Fim

Máquina do Tempo #168: O Fim

Toda viagem chega ao fim – até mesmo a de uma máquina do tempo. Queremos agradecer a todos que nos acompanharam nesses cinco anos de bate papo descontraido sobre rock n’ roll onde fizemos muitas amizades, compartilhamos acontecimentos importantes e mudamos nossas vidas.

O Podcast Máquina do Tempo encerra suas atividades aqui, mas o projeto continuará em nosso canal de vídeo no YouTube e nossa página no Facebook continuará sendo uma das mais ativas plataformas de informação e contato das novidades que surgirem.

Convidamos a todos para erguer suas taças ao som do último episódio do podcast, mas não fiquem tristes, pois ainda nos encontraremos por aí. Lembrem-se: para onde vamos, não precisamos de estradas…

Quanto tempo tem esta edição?
114 minutos

Para ouvir basta clicar no play aqui de baixo:

Clique aqui e baixe o episódio

Assine o feed e ouça todos os programas

Dê seu tock por aqui também

42 Comentários

  1. Nikolas

    Continuará sendo o melhor podcast de música do mundo. Imbatível!

  2. Mariocimento

    Gloomy monday!! Esse seráo único programa que eu não curtirei!!

    – Eu também estou na negação, não quero acreditar que o podcast vai acabar, mas sim, que será apenas outro periodo sabático.

    – Vocês sabem o quanto foram importantes para os ouvintes, não só o Leandro e o OckTock, mas também o Shinkoheo, Maelo e o Tourinho. Todos vocês foram professores e é triste ver esse programa ter outro periodo sabático (sim, continuarei na negação eterna!!!)

    – O comentário do OckTock me deu um nó na garganta, ainda bem que escutei o podcast em casa, afinal, “boys don’t cry”, principalmente no busão.

    – Caramba! Mesmo sabendo que vocês continuarão com outros ótimos projetos, será um grande vazio não ter o MELHOR PODCAST DO MUNDO!!!, é realmente horrivel esse sentimento, mas sei que é por um bom motivo que vocês estão dando esse tempo e espero que tudo dê certo no futuro!! Agradeço do fundo do meu coração cada segundo de programa que vocês fizeram, eles com certeza fizeram diferença na minha vida e tenho certeza que também fizeram na vida de vários outros ouvintes.

    PS: Sempre que escuto essa música do Pearl Jam imagino um cara na privada, não sei a razão.

    PS 2: Vocês poderiam fazer um especial no final do ano para relembrar o que ocorreu de bom esse ano, seria magnifico isso!

    PS 3: Vocês poderiam colocar o nome das músicas que tocaram nesse episódio.

  3. Luciano Carvalho

    Mariocimento também estou órfão. Meus pêsames amigo.

  4. Samuel Varela - Crato/CE

    Olá pessoal, fiquei surpreso ao saber que esse será a última viagem dessa máquina do tempo. Acompanho quase que desde o começo, tendo períodos em que comentava muito, outros em que não comentava nada, mas ouvi quase todos os programa.
    Agora só nos restará a saudade dessas incríveis viagens.
    Parabéns por esses 5 anos de muito sucesso.


  5. Falando do esporro… eu me expresso muito mal realmente, explico: “Se é para ser zoeira que seja Ramones”, significa já que é diversão que seja o Melhor nisso, e não uma imitação barata. Eu sei que Ramones fez música de protesto, afinal quem escreve:

    “Tudo o que eu quero é pular fora deste mundo

    Pois todo mundo tem maldade no coração”.

    Enfim, acho que falei, porque me pareceu que o Maelo não se incomodava com os punk-pausterizados, mas desculpa se pareceu que quis diminuir os Ramones. São os meus punk rockers favoritos, por tudo. Eu tenho um DVD de 38 min. de eles gravaram na Alemanha que eles tocam 20 músicas!!! Eita disposição de atleta.

    Passei o dia ouvindo esse podcast, pois a gente para almoçar, ir no banheiro, ver televisão, falar com a família, e depois voltar para o PC

    Eu tenho um bigarro que é estilo sentido de aranha que me acompanha na vida me alertando que lá vem merda e de ontem para hoje tava me incomodando direto. Descobri hoje de manhã: O Fim do Máquina.

    Skinheo chorando, Tourinho com suas considerações finais, Maelo me dando esporro, além do relato de vida de vocês Leandro e OckTock, perdas ganhos, tudo mais, lembro do hiato, e como fiquei feliz quando vocês voltaram e o reply de sempre comigo. Aliais sacanagem, se vocês tivessem avisado semana passada tinha enviado um audio com um depoimento explicando como eu gosto desse podcast.

    Tocar as mesmas músicas que vocês, é fácil, o difícil é saber expressar esse amor pela música, e ser sincero de dizer que odeia a banda do Grunge que todo mundo ama, e convidar loucos que não gostam de Pink Floyd para o programa, enfim, ficaram devendo o Especial Pink Floyd, a exemplo dos ótimos que fizeram falando do Faith No More, Legião, Metallica, Bowie, Black Sabath, Bad Religion, Rush, Iron Maiden, Rock Farofa… Espaço não só para o Rock n Roll, mas para outros estilos musicais como no especial da Mowtown, já tocou Racionais Mcs aqui, Gabriel O Pensador, Gilberto Gil a Skylab. MÁQUINA DO TEMPO é único.

    21/04/2014 fica marcado com o fim do podcast musical que eu mais gosto, e claro ouvirei sempre, e devido ao fim vou acabar fazendo uma maratona. Não hoje, mas nos domingo para segunda que virão, que lembro tiveram noites que fiquei no F5, esperando pintar mais um episódio.

    Até mais OckTock e Leandro, obrigado pelo podcast que até teve poucos comentários, mas um bom reply e reconhecimento de público e podosfera.

    p.s. Tem que ter um FIM-2, que parada é essa escrever tudo isso e não ter reply

    p.s. Agradeço também aos convidados do Máquina, por acrescentar com seus conhecimentos musicais e humor principalmente.

    ATÉ LOGO, adeus jamais. VALEU

  6. tiago

    putz cara chorando !!!!!!!!!!

  7. Cesar Moura

    Olha eu sei que toda viagem tem um fim….mas, por favor não queremos ser órfãos mais uma vez….Participei do “Máquina 100″….e vcs fazem parte da vida de muitos…vcs fazem parte e também construiram a historia no mundo do rock….tenho um DVD com os programas que fiz downloads…vai ser FODA qndo meu filho me perguntar sobre música e eu disser que houve pessoas que ousaram fazer um podcast que marcou a internet….SEMPRE ESCUTAREI OS PROGRAMAS QUE TENHO….CARA VCS SÃO TUDO QUE QUEREMOS ESCUTAR EM UM PODCAST DE MÚSICA!!!!…ESPERO Q A MÁQUINA VOLTE E COMECE TUDO DE NOVO!!!!….AOS PILOTOS, MINHA GRATIDÃO….COMO VCS ME DISSERAM UM DIA: “TENHA FILHOS, POIS IREMOS CRIAR UMA LEGIÃO ROQUEIRA!!!”….SEJA QUAL O PROJETO FUTURO ESTAREMOS JUNTOS!!!!….

  8. leandro

    Queiroz, a única coisa que posso dizer a você – em especial – é obrigado por todo o apoio e retorno que nos deu! Valeu!

  9. leandro

    Valeu Samuel! Muito obrigado!

  10. leandro

    Pra você não ficar só, o que eu me contive na gravação, me perdi agora…

  11. leandro

    Mariocimento e Luciano! Muito obrigado por acompanhar a gente e participar. Vamos sentir muita falta dessa troca com vocês.

    Vou colocar as músicas que tocamos sim, pode deixar. 😀


  12. Boa sorte em seus novos projetos! Sempre curti muito o programa e o conheci já bem próximo do primeiro hiato, porém já ouvi e reouvi vários programas. Se tornaram uma referência musical onde conheci e pude ter contato com muita música boa (inclusive que eu não ouvia mais).

    Sucesso para vocês!

  13. Caio Gv

    Roubarei o delorean, para evitar este fim !! Muito obrigado pela dedicacao todos esses anos =)

  14. bernardo

    Porra… Espero que não seja um “fim” “FIM”, mas algo tipo Star Wars, que sempre tem mais um episódio.
    Mas enfim… Valeu Ock Tock e Leandro, e demais. Sei como é trabalhoso fazer um podcast, e entendo que é complicado sempre ter um episódio toda a semana. Menos mal que pra mim ainda tem uns 50 episódios pra ouvir.
    Abração e boa sorte nos novos projetos.

  15. Samurai

    É… somos muitos ainda em negação, a minha primeira reação quando ví o título do programa foi tipo a do Bruno Gunter Fricke… e mesmo durante o programa ouvindo a voz embargada dos pilotos em alguns momentos, o leve pesar na voz dos co-pilotos em outros, não conseguia (e continuo não conseguindo), admitir que é o fim.
    Consigo entender que essa porra deve dar um trabalho do cão, ainda mais, com toda a qualidade e esmero com que vocês entregam o programa, e na minha opinião é sim um dos melhores podcasts e com certeza o melhor musical do mundo e por isso o pesar é ainda maior, mas mesmo assim é triste quando algo que você preza tanto tem um fim.

    Fica o meu desejo… de que de vez em quando, sei lá, quando tiverem de férias e vier aquela vontade arretada, que vocês gravem um programa pra falar de blues (como ficou na vontade do Leandro, por exemplo) ou de qualquer outro assunto, e nos brindem com uma surpresa, eu não ligaria de ter uns episódios esporádicos, mesmo que num futuro longínquo, afinal de contas essa é a máquina do tempo, o podcast mais viajante que você já ouviu.

    BTW eu não sei se alguém chegou a comentar mas a segunda parte do easter egg das frases ali no lado esquerdo do topo… é que são todas músicas tocadas no primeiro episódio estou errado??

    Outra coisa, não sei se tem como mas fica uma sugestão, façam um programa discutindo tópicos, tal qual a questão do preço de ingressos levantado no fusion #23, na forma de hangout da google, até onde eu sei, a google é meio chata em relação as músicas com direitos autorais então colocar músicas ali pode não ser viável, mas se for só discussão acho que fica de boa, e sendo só um bate papo direto acho que dispensa a edição, talvez valha a pena 😉

    Fica ai, a minha tentativa de não deixar vocês escaparem de vez e nos deixarem órfãos, e o meu mais sincero desejo de sucesso pra vocês, sei que essa decisão deve ter doído em vocês muito mais do que pra qualquer um de nós ouvintes, mas também que é um passo necessário para que possam trilhar novos e quem sabe ainda melhores, caminhos.


  16. Olá pessoal,

    Que pena acabou o podcast 🙁 (espero que volte um dia)…Vocês são uma grande ref para mim, conheci muita coisa boa e meio que desconhecida como celso blues boy, the runaways, zaz…

    Sucesso com o novo projeto!

    Abs

    Vinícius

  17. Marlon Leal

    Poxa… Well, é uma pena. Mesmo assim, parabéns pelas muitas edições do MELHOR podcast de música do mundo. Aprendi muito com o Máquina do Tempo, e as horas de diversão que o programa de vocês proporcionou não vão ser esquecidas só por conta do fim do programa. Continuo escutando muitas bandas e músicos ue vocês me apresentaram, e isso e essa influência musical eu levarei pro resto da vida. Obrigado por tudo, galera!
    E muita boa sorte com os futuros projetos pessoais! 😀

  18. Ciro Messias

    Poxa, agora que eu passei a acompanhar regularmente o Máquina, essa notícia chega. Não posso deixar de reforçar aqui o que muita gente já disse, que o Máquina do Tempo é de fato o melhor podcast de música. A paixão com que vocês falam de música é contagiante, e me levou a descobrir coisas novas, e principalmente voltar no tempo e ouvir muita coisa que ficou guardada há anos. Parabéns pelo que fizeram até agora, e desejo do fundo do coração muito sucesso no que está por vir.

  19. Ana Paula Martins

    Como fiquei triste nesta manhã ao saber deste podcast de despedida… E como perder o contato com um amigo ou terminar um livro que você tanto gostou da historia…. Mas sei que temos que nos acostumar com mudanças, geralmente elas vem para melhor… Vou ficar de olho nos novos projetos, obrigada por estes anos de descobertas e nostalgias do Rock n’ Roll, mas sentirei saudades… Sucesso para vocês Pessoal!

  20. JunerLoreto

    Hoje estou triste, porque o melhor podcast de música terminou, onde eu descobri várias histórias de músicos e músicas, na qual sempre me deixou vontade de mais pesquisa sobre as histórias de vocês. Boa sorte pra vocês.
    OBS: meu episódio preferido é o especial de The Doors.

  21. Gustavo Peres

    putz vei, ainda não da pra acreditar =/ recomeçar a maratona pra a saudade não bater logo!!! Sem duvida nenhuma um dos melhores podcasts que já escutei. Vai fazer muuuuuita falta. Enfim, muito obrigado por tudo de bom que vcs fizeram aos meus ouvidos e uma ótima caminha em seus novos projetos!


  22. De todos os podcasts de música que eu já ouvi o Máquina foi o único que eu realmente acompanhei. O resto em geral eu abandonei já na primeira audição.
    O que fez o Máquina ser tão especial é este clima de mesa de boteco, de quando você se reúne com os amigos para tomar uma gelada e falar sobre coisas agradáveis, algumas nem tanto, mas no final dar boas risadas. Tá certo que nesta mesa eu estou mais para Silent Bob.
    Mas como tudo sempre acaba e mesmo o mais boêmio dos botecos uma hora recolhe as mesas, só me resta tomar a saideira e desejar-lhes boa sorte nos novos projetos.
    Manterei o Máquina no radar, afinal nunca se sabe quando pode rolar uma outra rodada de cerveja virtual.

    Hasta la vista, baby.


  23. Eu sempre tive uma coisa complicada com o Máquna: gosto mais de ouvir a conversa do que a música. Ok, as músicas são fodas e era assim que acabava conhecendo bandas novas, mas eu ficava era ansioso pra aprender mais sobre os artistas, as influências…

    É disso que vou sentir mais falta no programa.

    Acompanharei os projetos futuros com gosto!

  24. Sérgio Moro

    Ouço o maquina desde o inicio do ano passado (2013)!! Ouvir já tinha se tornado um vicio!! Uma pena que acabou!! Torço para que voltem novamente ou que algum maluco queira criar um novo podcast nos moldes do máquina, ou seja, boa música e uma ótima conversa! Boa sorte com os novos projetos!! Abraços.
    Ps: estou baixando todos os episódios antigos para ouvi-los novamente.

  25. Mariociimento

    Eu fiquei mais triste porque vocês não irão mais fazer o Especial sobre Capital Inicial ou o Especial sobre o Nirvana.


  26. Noss, tô uns episódios atrasados no máquina, mas quando vi o título tive que pular a ordem e ouvir esse episódio na frente.
    Não terminei de ouvir ainda, mas vai fazer falta. Depois de dois anos com vocês acompanhando meus trajetos de bici por aí, uma pena que o formato do podcast acabe 🙁

    Fica aqui minha reclamação porque o formato de vídeo ou blog não é lá muito amigável pra transporte, e infelizmente vou acabar me distanciando um pouco de vocês, mas fica o agradecimento por todo esse tempo de boa música que vocês proporcionaram 🙂

    Por fim, fica uma sugestão: já que editar podcast dá um baita trabalho e tudo o mais, vocês poderiam fazer uma playlist com sugestões das listas infinitas em algum serviço online como o rdio ou o deezer, e lançar a cada quinze dias ou algum outro intervalo do tipo. Assim daria pra continuar ouvindo as boas sugestões que vem de vocês 🙂

    Grande abraço e muito obrigado!


  27. A cada novo bloco, eu já consegui saber quem havia indicado a música (Skylab foi a mais óbvia haha). Isso prova o quanto nós, ouvintes, já conhecemos vocês. Cinco anos é muito tempo. Eu ouvia o Máquina antes de começar o estágio na faculdade; hoje em dia eu ouço em viagens do trabalho. O Ock casou. O Leandro teve mais um filho. O Shin Koheo foi pra Tailândia mudar de sexo. Muita coisa mudou.
    Ouvir este último programa foi uma mescla de tristeza e satisfação. Tristeza pela despedida, satisfação pelas lembranças que ficam. Foi um prazer viajar com vocês. Minha singela homenagem com Dropkick Murphys, os versos falam por si só:

    http://www.youtube.com/watch?v=rPD2cDuxtDQ&hd=1

    We are the ones who will never be broken
    We are the ones who survive
    This is the sound that brings us together
    You are the one by our side

    And through it all, and through it all, the spirit’s alive
    And through it all, your spirit’s alive

    You are the memory that lives on forever
    The shadow that stands by our side
    This is the sound that keeps us together
    We are the ones who survive

    Farewell my brother
    You’re off to the big rink in the sky
    The good lord’s between the pipes
    And you’ve got Bavis and Ace on the wing

    We are the ones who will never be broken
    We are the ones who survive

    This is the sound that brings us together
    You are the one by our side


  28. Conheci o Máquina graças à indicação do Samuel no Baú Pirata. Deixo meu agradecimento público aqui.

  29. Petri

    Eu também estou nesse DVD do Skylab, vou procurar o Shinkoeo hahaha. Detalhe que depois do show foram meus amigos que pularam em um montinho sobre o coitado…

  30. Alexandre Buhler

    Putz eu prefiro acreditar que esse programa foi tipo aqueles “fins” de bandas antigas, que depois devez enquando se reunem para tocar a mesma musica de antigamente em show por ai.

    Se tem uma coisa que eu entenda é o quanto é dificil tomar decisões e escolhas, trocar algo que esteja certo pelo duvidoso não é por tudo em risco tudo, é começar de novo, e as vezes até agrega valor aos projetos anteriores, é algo a mais.

    Aposto que esse projeto do youtube será vitorioso e talvez até crie oportunidades para novos projetos e uma evolução do podcast maquina do tempo.

    Eu queria muito ter acompanhado vocês mais tempo, desde do dia a cerca de 2 anos atras quando perguntei a um amigo se ele conhecia um podcast sobre musica BOA de verdade e eles me recomendou vocês, eu coloquei na minha lista infinita de podcasts e só comecei a ouvir vocês depois de 1 ano.

    Mesmo durante esse pouco tempo, me sento como se sempre ouvisse vocês, mesmo ouvindo e acompanhando cerca de 10 podcasts sempre.

    Vocês para mim serão sempre referencia em um estilo de podcast inovador sobre musica, ao estilo de radio antiga mais inovadora igual a midia de podcast.

    Vou ser sincerto, não vou poder acompanhar os videos do youtube provavelmente, pois só ouço podcats em um mp3 velho durante minhas viagens de onibus ou intervalos de almoço, porém sempre vou dar uma passada por la, tipo quando você da oi para aquele seu amigo mesmo sem ter nada para falar, apenas para ele saber que você esta ali para o que der e vier.

    Quanto ao episodio, me emocionei de fato, no começo foi uma mistura de “PORQUEEEE!!” e de “FIOSDAPUTAAA!!” e ” NAO PODE SER VERDADE, AINDA É 1º DE ABRIL, TALVEZ ELES ESTEJAM ATRASADOS, É , É ISSO , SÓ PODE SER”.

    Mas finalmente ouvi uma coisa que sempre quis ouvir THE MOTHERFUCKER AND CRAZY ROGERIO SKYLAB, é meu musico favorito brasileiro ou não. e essa musica é do caralho.

    Até mais amigos até a proxima, por que TERA PROXIMAS, EU SEI AONDE VOCÊS MORAM, ENTÃO É UMA AFIRMAÇÃO ISSO.

    huaHUAhuaHU

    Abraços

  31. Felipe Stresser

    Sempre ouvi, nunca comentei. E vai ser a primeira e última vez que comentar.
    Motoristas, muito obrigado por essa viagem, foi a melhor possível. Apenas isso.
    Abraços!!

  32. Renan Peres

    Obrigado pelos podcasts que vocês fizeram! Cada podcast era uma alegria na vida de todos que escutavam!

    Parabéns pelo sucesso e boa sorte na carreira de vocês!
    Quando voltarem, estaremos aqui 🙂

  33. Caio Lizabello

    No God! No!! Nooooooooooooooooo!!!!!!
    Que pena que chega ao fim o Podcast mais Rock n’ roll do MUNDO!!!
    Pelo menos terei todas as edições pra passar para as novas gerações aprenderem o que é música de qualidade!!
    Muito obrigado por tudo Viajantes!
    Parabéns pelo excelente trabalho e boa sorte com os novos projetos!
    Abraço a todos envolvidos!

  34. Daniel Maximo

    Ainda não tinha tido tempo de comentar e nem agradecer a vocês do maquina. Primeiramente, obrigado por todo o conteúdo de primeira produzido por vocês, estarei revisitando sempre os programas gravados, segundo eu espero como um fã do maquina que seja mais uma pausa que um fim. Já acompanhei uma pausa de vocês antes e acabei sendo surpreendido com o retorno de vocês. Por fim que desejar a todos que sejam felizes em seus novos projetos, felicidades eternas e “bora pro som…”

  35. Herivelto Junior

    Muito obrigado galera, por todos esses anos de boas musicas que foram tocadas aqui. Graças a vocês, conheci muitas bandas que eu nem imaginava que existiam, esse podcast realmente vai fazer muita falta.

  36. Alexandre

    Demorei pra escrever porque ainda nao estava acreditando. É a primeira mensagem que mando mas já escutei quase todos os podcasts (acho que os especiais já ouvi todos). A parte final final quando anuncia “In the end” do Rush é de cortar o coração (me emocionei todas as vezes que ouvi (umas 25)). Abração e felicidades.

  37. Fábio Arcanjo

    Poxa. Por que vocês vão acabar com esse grande projeto? Pelo menos poderiam gravar de vez em quando. De qualquer forma, obrigado pelas grandes contribuições. O programa cover 5, com a música do Sonic Youth gravada com o Yeah Yeah Yeahs, foi o melhor momento do podcast.


  38. Que pena que largaram o projeto! Conheci o podcast logo no final, e virei fã logo de cara. Estou numa maratona sem fim para ouvir todos, e acho mesmo uma pena que tenha acabado. Deixo meu convite, caso um dia queiram talvez participar de algum episódio do meu podcast.

  39. Álvaro

    Saudade do podcast, espero que um dia consigam voltar a ativa, aprendi muito sobre música com vocês! Sucesso sempre! 😀

  40. Cleiton Xavier

    Eu já tinha ouvido uma , duas , até três edições do máquina do tempo , porém tinha sido apenas isso , recentemente eu meio que fiz uma lista dos podcast’s que gosto e tals (mais pra categorizar e não me perder entre tantos downloads) e no meio dessa lista num papel um pouco velho encontro o nome do Máquina do tempo no meio..resolvi vir no site e baixar algumas edições e me divertir escutando e para minha decepção vejo que o podcast chegou ao fim… o lado bom que tiro disso é que tenho 160 e poucas edições para escutar , rir e se divertir , porém como tudo tem o lado ruim , aqui no caso acaba sendo o fim do podcast , é uma pena :/ , espero que um dia volte a ativa, por que o máquina do tempo é um podcast muito bom , e com apenas uma edição isso se confirma , bom aqui vou eu baixar as edições do máquina do tempo que tinha me interessado e me divertir escutando .

  41. cgerman

    mais um podcast legal sumindo…. =s triste ver que a era do BOOM podcastal BR passou… =s mas e isso ae. boa sorte a todos os envolvidos em seus projetos futuros

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.